O técnico Claudemir treina o grupo de corrida que se reúne na USP. (Foto: Leonardo Gali)

Que esportes físicos fazem bem e que são necessários para a saúde todos sabem. O que nem todos sabem é que a corrida é um dos esportes ecologicamente mais corretos, já que não poluem nem causam grandes impactos no meio ambiente.

Além disso, é um esporte barato – precisa de poucos equipamentos e não exige lugares muito específicos para ser praticada.

Outra vantagem da corrida é o fator social que ela proporciona. “É ótimo estar no meio da natureza e ver tantas outras pessoas correndo, é um incentivo”, destaca o treinador Claudomir Terto, de 47 anos, que coordena grupos de corrida em São Paulo.

“Quando praticada em grupo, novas amizades ampliam o ciclo de relações e, consequentemente, criam oportunidades de convívio em diferentes situações. O lado afetivo aproxima as pessoas que buscaram, pelos mesmos motivos, ajuda na prática regular de corrida”, analisa o professor José Aguilar Cortez, que trabalha com uma linha de pesquisa que relaciona a atividade física com a qualidade de vida.

Um grande cuidado que se deve ter é com a regularidade do exercício, que não pode ser abalada por temperaturas frias, chuva ou preguiça.