A National Geographic Society, empresa de educação com foco em assuntos naturais, divulgou uma pesquisa que aponta o Brasil como um dos maiores “consumidores verdes”.

A lista inclui 17 países, além do Brasil outros países em desenvolvimento ganharam destaque no resultado. Índia e China, por exemplo, tiveram desempenho muito melhor do que grandes potências como Estados Unidos e Canadá.

Foram avaliados conceitos relacionados a moradia, consumo, transporte e alimentação. Todas essas avaliações participaram com notas que somadas formaram a nota geral de cada país, o Greendex.

O Brasil levou o segundo lugar geral, atingindo nota 58, menor apenas que a da Índia, que foi 62. Os países em processo de industrialização ficaram bem a frente das grandes potências em vários quesitos.

Em habitação o Brasil conseguiu a primeira colocação, segundo os pesquisadores a maioria dos brasileiros vivem em casas pequenas, enquanto os norte-americanos, último colocado nessa avaliação, vivem em casas com mais de dez cômodos.

Outro fator que elevou a nota do nosso país em relação à moradia foi a utilização moderada de aquecedores e aparelhos de ar-condicionado.

Comparado a países como Estados Unidos e Japão, usamos muito pouco esses aparelhos que consomem bastante energia.

A pesquisa apontou que no Brasil a procura por produtos que envolvem a preocupação com o meio ambiente vem aumentando.

A preocupação dos brasileiros em adquirir produtos que respeitem o meio ambiente é grande. Segundo dados da Penn, Schoen & Berland Associates (PSB), 95% da população considera muito importante comprar de empresas verdes.

[slideshow post_id="1300" caption="on"]