A coleta seletiva está presente para apenas 14% da população do país, divididas em 7% das cidades do país. Exemplos são Curitiba (Paraná), Niterói (Rio de Janeiro) e Vitória (Espírito Santo). Um projeto também está sendo implantado em Goiânia (Goiás).

Para que o lixo seja reciclado, ele deve ser separado corretamente, de acordo com a reciclagem feita em cada cidade. Outro cuidado que deve ser tomado é diminuir a quantidade de lixo gerada. Comprar apenas os produtos que são necessários e evitar o uso abusivo de embalagens é necessário. Além disso, tentar reduzir o tamanho do lixo facilita seu transporte.

É o que mostra a jornalista Elisa Almeida França. Dobrar e reduzir fisicamente os espaços que os resíduos ocupam ajudam em todos os tipos de colheita de lixo, já que quanto menor for o espaço usado de um caminhão, mais resíduos podem ser transportados de uma vez, economizando recursos naturais.

Nas cidades com coleta seletiva, outro cuidado que se deve ter é que o lixo esteja limpo e seco.

Em sua casa, Elisa cuida de todos os resíduos que descarta. Além disso, ela mantém o blog Nós Consumimos, em que tenta conscientizar as pessoas sobre o consumo sustentável.

“Como esse é um hábito que aos poucos incorporei no meu dia a dia, estimo gastar não mais do que 5 minutos diários no cuidado com o lixo. Quando o resíduo precisa ser limpo, por exemplo, faço isso na hora de lavar a louça. Em seguida já amasso o que precisa ser amassado, dobro o que precisa ser dobrado, etc”, comenta.

Para isso, Elisa mostra como o lixo pode ser reduzido diariamente.

O exemplo é como reduzir o espaço que uma caixa de leite ocupa. Para isso, a caixa pode ser dobrada, como mostram as imagens. (Fotos: Elisa Almeida França)

Além disso, as latinhas de alumínio e garrafas plásticas podem ser amassadas. O papel deve estar o mais liso possível, sem ser amassado ou picotado. Sempre que possível, evite usar água limpa para lavar o lixo. Use a água da máquina de lavar roupas ou da própria louça, por exemplo.

Em cidades onde não há coleta seletiva de lixo ainda, uma alternativa é separar materiais e encaminhar diretamente para coorporativas de reciclagem.