Grandes construções como galpões e indústrias precisam ser bem iluminadas e terem uma ventilação contínua, para isso normalmente são usados aparelhos de ar condicionado e várias lâmpadas.

Mas é possível resolver esses dois problemas sem precisar gastar nem um quilowatt. Os exaustores têm como função fazer o ar circular, evitando o acumulo de calor e de maus cheiros. Agora, além disso, eles podem servir como uma fonte de iluminação.

Uma empresa paulista criou um exaustor mais sustentável. Ele é feito de policarbonato, um material reciclável, semelhante ao vidro, que permite a realização de duas funções, além da ventilação, a iluminação do ambiente.

Esse produto não requer nenhum tipo de instalação elétrica, é movimentado apenas com a energia eólica.

Cada exaustor ilumina o equivalente a uma lâmpada de 250w. Comparando o gasto de instalação dos exautores com o o gasto mensal das lâmpadas, esse tipo de exaustores não ajudam apenas o meio ambiente, mas também são bastante econômicos.

Com quatro mil reais podem ser colocados 12 exaustores, número suficiente para manter o setor de produção de uma empresa bem iluminado e arejado. Com esse investimento a economia na conta de luz pode chegar a R$ 250,00.

A Aeração Ambiental Arujá retém a patente desse produto, mais informações do produto pelo site da empresa.