Planta nativa da China, o bambu vem sendo usado para fabricação de material para casa há muito tempo. Mas hoje em dia, com o avanço da tecnologia, sua utilização está tomando cada vez mais espaço.

Tanto o piso quanto a porta são feitas de bambu (FOTO: Divulgação)

Muitas vezes não paramos pra pensar, mas qual o impacto causado pelo piso de nossas casas? Qual o impacto causado pela cerâmica das lajotas colocadas no chão da sala?

Os pisos feitos de bambu podem ser uma solução para esse problema. Ele é considerado uma gramínea, crescer bem mais rápido que uma árvore, demora cerca de cinco anos pra estar pronto para o uso, enquanto uma árvore demora bem mais de uma década.

Além do tempo de crescimento o bambu é auto sustentável, ou seja, não necessita de cuidados excessivos no plantio. Outro fator é a boa adaptação que a planta teve em território nacional, diminuindo a emissão de carbono no transporte.

A NeoBambu comercializa pisos de bambu, toda a produção leva em consideração a preocupação com o meio ambiente e até mesmo as aplicações químicas utilizadas são feitas de maneira sustentável.

A sócia-diretora da NeoBambu, Francine Ferrari Gautier, conta que levar adiante o projeto da empresa não foi fácil, mas que hoje ideia já é meuito bem aceita.

“Introduzir o piso de bambu em um país onde o uso da madeira é cultural não foi uma tarefa fácil, porém com o tempo as pessoas foram entendendo seus benefícios sócio-ambientais, assim como suas características físicas e mecânicas se sobressaíram sobre à madeira. Sem contar da sua beleza natural que encanta. Hoje a aceitabilidade do piso de bambu no mercado é muito boa, afinal, ele só é novidade na América do Sul, pois na Europa, EUA, Austrália e Ásia já é comercializado por décadas“, explica.