Vários produtos de limpeza ainda são produzidos com substâncias que podem fazer mal para a saúde das pessoas e do meio ambiente. E o caso da classe de surfactantes alquifenol etoxilado, presente em removedores de sujeira, que interferem em hormônios naturais e levam muito tempo para se biodegradarem.

Bórax: tem vários usos, como remover manchas e matar baratas e formigas.

Além disso, vários COVs (compostos orgânicos voláteis) estão presentes em removedores de manchas, ceras de assoalho e lustradores. Algumas dessas substâncias são associadas ao câncer e outras podem causar náusea e espirros.

Por isso, além de vários cuidados ao manusear esses produtos (como deixar as janelas abertas e não inalar diretamente os produtos), existem várias alternativas naturais que podem diminuir o uso de substâncias químicas fortes e baratear a limpeza dos ambientes.

- Barrilha (carbonato de sódio): elimina gordura e remove manchas, mas deve ser manuseado com luvas.
- Bicarbonato de Sódio: é um abrasivo suave, podendo ser usado como detergente.
- Bórax: é um sal alcalino natural e tem vários usos, como dissolver gordura, remover manchas, desodorizar, desinfetar, inibir o mofo, limpar tecido e matar baratas e formigas. É tóxico apenas se ingerido, por isso deve-se manter fora do alcance de crianças e animais.
- Suco de limão: pode ser usado como alvejante e é útil contra mofo.
- Óleo de Eucalipto: pode ser usado junto com água para limpeza de superfícies.
- Sal: pode ser usado para polir panelas e utensílios de cozinha.
- Vinagre branco: pode ser usado como desinfetante de vasos sanitários.