A proposta do Recompute é simples: ser um computador de mesa sustentável na fabricação, no uso e no descarte, completando todo o ciclo do objeto. Isso ocore pela diminuição de infra-estrutura usada em todo o processo, como ferramentas e recursos técnicos.

E como até mesmo o design é simplificado, o processo de reciclagem e reutilização das peças no final da vida útil do aparelho é muito mais fácil. Ao trocar o gabinete de plástico por papelão colocado com cola branca atóxica, a intenção é diminuir os processos industrias e as matérias-primas necessárias. Além disso o aperelho tem 8 portas para USB, permitindo que o usuário possa usar hardwares adicionais, que muitas vezes já tinham em casa.

Recompute

Computadores da Recompute têm várias portas USB, permitindo o uso de outros hardwares. (Foto: Divulgação)

Segundo Brenden Macaluso, criador do Recompute, ter que lidar com seus próprios resíduos já é uma obrigação das empresas, principalmente de eletrônicos.

“Todas as companhias precisam ser responsáveis pelos eletrônicos que produzem. Isso significa pensar em todo o ciclo útil do objeto e reconhecer o impacto que causa para o meio ambiente e para as pessoas. Elas também precisam estar dispostas a reutilizar, remanufaturar, regenerar e reciclar todos os recursos que alcançaram o final da vida útil”, comenta.

A Recompute se propõe a recolher e encaminhar para a reciclagem e processamento correto dos materiais, sempre nos EUA. É importante lembrar que eles não reutilizam peças de computadores antigos, apenas a matéria-prima.

Recompute

A fábrica monta apenas computadores depois de encomenda, evitando acúmulo de estoque. (Foto: Divulgação)

A principal intenção é a simplicidade, que também permite que o usuário possa mudar e concertar o computador de acordo com as suas necessidades. Fora isso, o aparelho funciona como qualquer outro computador e não precisa de nenhum cuidado extra.

Inventado no curso de Design Industrial da Universidade de Houston, EUA, os primeiros modelos foram comercializados em agosto desse ano. Ao todo, são quatro modelos de computadores, com capacidades e memórias diferentes. A fábrica funciona por encomenda, não criando estoques dos materiais prontos e entrega em qualquer lugar do mundo.

Para mais informações, visite o site da Recompute (em inglês).