A TerraCycle (empresa internacional de upcycling) e a Suzano Papel e Celulose anunciam uma nova parceria, a Brigada Report, programa que vai recolher embalagens de papel, garantindo novos usos para embalagens que seriam encaminhadas para o lixo.

O material pode ser enviado gratuitamente para a TerraCycle, que o usa para a produção de outros itens (como estojos), não precisando de uma matéria prima nova para isso. Além disso, as empresas pagarão R$0,02 para cada embalagem enviada e o valor arrecadado será doado para uma Ong da escolha da pessoa.

A empresa comemora a grande participação do mercado brasileiro na recuperação desses materiais.

Guilherme Brammer, presidente da TerraCycle.

Guilherme Brammer, presidente da TerraCycle, destaca a participação do mercado brasileiro da coleta de materiais. (Foto: Divulgação)

“O público brasileiro está respondendo bem acima de nossas espectativas. Tinhamos programado o ano de 2010 com apenas dois patrocinadores de brigadas e fecharemos com cinco (Pepsico, Nestle, KraftFoods, BRFoods e Suzano). O Brasil hoje já conta com mais de 126.000 pessoas coletando resíduos para nós”, comenta Guilherme Brammer, presidente da TerraCycle.

Para Guilherme, o governo também deve participar desse momento, incentivando as práticas sustentáveis e esse novo modelo de mercado.

“Eu acredito em várias ações: aprovações de políticas públicas como a de resíduos sólidos urbanos é um excelente exemplo. Esta política irá ajudar a fomentar o mercado de reciclagem no Brasil, proibindo os tão temidos lixões, regulamentando a profissão nas cooperativas de resíduos, reduzindo impostos de produtos que utilizem matéria-prima reciclada em sua composição,etc. Na área privada, empresas formadoras de opinião precisam repensar o modelo de negócio atual, os consumidores irão e já estão exigindo produtos mais sustentáveis e com custos iguais ou até inferiores aos atuais”, diz.

“Sustentabilidade para nós é acreditar que tudo funciona em equilíbrio. É possível gerar renda mesmo com negócios sustentáveis, utilizando da melhor maneira possível os recursos naturais disponíveis. Principalmente, é saber que se pode gerar empregos dignos, respeitar o ser humano e ter negócios lucrativos repensando o modelo que temos hoje em dia e criando maneiras novas de fazê-lo”, finaliza Guilherme.

Para mais informações sobre o projeto e para participar da Brigada Report, entre no site da TerraCycle.