Uma alternativa sustentável surge no setor de construção civil, o papelão. Ele pode substituir materiais tradicionais, podendo ser reciclado várias vezes, sem contar a abundância de matéria-prima no Brasil. Além disso, a construção é mais rápida já que se estabelece num sistema pré-fabricado.

Construção experimental de papelão / Divulgação

Construção experimental de papelão (Divulgação)

Pesquisas estão sendo feitas pelo Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, onde uma construção experimental está testando a resistência do material. A previsão é de que dois anos de estudo irão anteceder o lançamento do produto no mercado.

O papelão é uma opção de material mais barato e acessível. A construção experimental tem nove metros quadrados e utilizou 90 tubos do material, substituindo pilares de concreto. No departamento de arquitetura da universidade, os tubos são impermeabilizados e chegam a suportar três toneladas nos testes.

Há mais de 40 dias desde que foi montada, a construção está resistindo às chuvas, sol, vento e infiltrações. Outro ponto positivo para o papelão, é a menor geração de entulhos na demolição quando comparado às obras convencionais.