Os tecidos da marca O’Bravia, comercializados pelo Grupo Green House, são uma opção sustentável para a decoração de casas. A matéria prima dos produtos é reutilizável, como garrafas PET, e são 100% recicláveis.

Móvel feito com tecido O'Bravia. Material tem garantia de quatro anos para desbotamento. Foto: Divulgação.

Os produtos podem ser usados no mercado de móveis, toldos, cortinas e indústria náutica. Apesar de serem produzidos em Taiwan, é feito a correta verificação do processo de produção para garantir a sustentabilidade do produto.

“Trabalhamos com fornecedores certificados, há um compromisso entre os parceiros de cada um cumprir com as responsabilidades em relação à sustentabilidade. Além disso, utilizamos produtos 100% recicláveis, como fibras sintéticas, tecidos de poliéster, o alumínio, a tela de PVC, por exemplo. Já na empresa os colaboradores são orientados em relação aos produtos utilizados, a importância para a preservação da natureza, entre outras iniciativas de esclarecimentos”, explica José Tonin Júnior, proprietário presidente do Grupo Green House.

O processo de reciclagem dos tecidos não é feito pela empresa ainda, mas a Green House acompanha as etapas: “encaminhamos para empresas e entidades regulamentadas que fazem esse processo, e procuramos sempre acompanhar o desenvolvimento da reciclagem nos informando sobre essas atividades”, explica José.

São 53 opções de tecidos, lisos ou listrados, tingidos fio a fio. Foto: Divulgação.

Já os restos de tecido são encaminhados para entidades que usam o material para artesanato. A sobra de outros materiais é encaminhada para reciclagem.

“De uma maneira natural, acreditamos que não é mais possível desenvolver uma atividade econômica sem dar prioridade à sustentabilidade. Apesar de ser uma prática ainda complexa, chegará uma hora que todo o processo de produção já estará incorporado à sustentabilidade, é um caminho que não tem volta”, finaliza José.

A Green House fica em Indaiatuba, São Paulo.