A Coréia do Sul já tem programas de incentivo para consumidores de produtos sustentáveis. Sempre que um cliente opta por uma compra “verde”, ele ganha pontos no cartão de crédito, uma espécie de créditos verdes (que podem ser revertidos em desconto no valor das contas de água ou luz). A ação é feita em parceria com o Ministério do Ambiente do país.

Entre os produtos que participam do projeto estão eletrodomésticos, móveis, produtos de limpeza, alimentos, transporte público e até o descarte correto de pilhas e baterias. Com isso, o país quer reduzir em 30% as emissões de gases estufa no país até 2020.

A inciativa chinesa ainda é tímida, mas também é um exemplo de uma economia mais voltada à sustentabilidade: o HSBC lançou o Green Credit Card, que, sempre que usado, tem uma porcentagem do valor gasto destinado a projetos ambientais. O cliente também tem desconto em produtos e serviços sustentáveis.