A Comissão Europeia publicou um relatório sobre os progressos dos Estados membros para fazer frente à escassez de água e seca, tendo em conta que em muitas zonas da Europa o equilíbrio entre a procura e a disponibilidade de água atingiu uma situação crítica e que a situação poderá piorar com as alterações climáticas. A Comissão também prevê apresentar em 2012 um plano para a proteção da água na Europa.

Em 2009 e 2010 a escassez de água afectou grande parte do sul da Europa. República Checa, Chipre e Malta tiveram escassez de água de forma continuada. Em cinco Estados membros (França, Hungria, Reino Unido, Portugal e Espanha), o nível de precipitação foi inferior à média de longo prazo e em quatro Estados membros (Holanda, Suécia, França e Roménia) verificou-se uma escassez limitada de água.

O relatório confirma que a seca e a escassez de água não se limitam aos países mediterrânicos. Excluindo algumas zonas do norte da Europa, com abundantes recursos hídricos, a falta de água é um problema crescente em toda a União Europeia.

Fonte: Pela Natureza