Depois de sete meses, o arquiteto Danilo Corbas mostrou que é sim possível construir uma casa em contêiners aposentados de navios. Usando o material como estrutura, a proposta da Casa Contêiner, além de usar um material nobre já abandonado, é também usar materiais de construção sustentáveis disponíveis ao público consumidor.

Vista frontal da Casa Contêiner. (Foto: Luiz França)

A casa, localizada em um condomínio residencial na Granja Viana, Cotia (SP), foi construída com o patrocínio de várias empresas para ser a moradia do próprio arquiteto. Danilo ressalta inclusive que uma casa semelhante demoraria de três a quatro meses para ficar pronta. É importante apontar também que o uso do contêiner evita a utilização de tijolos, cimentos e outros materiais de construção.

Cozinha não utiliza peças com petróleo e usa eletrodomésticos com pouco consumo de energia. (Foto: Luiz França)

Entre as outras características sustentáveis do projeto estão o uso de sistemas de controle de fluxo de água nos banheiros, equipamentos elétricos que reduzem o consumo de energia na cozinha, utensílios feitos com base de milho, não petróleo, e 95% da iluminação feita com lâmpadas de LED.

Para ser ainda mais sustentável, características do terreno foram respeitadas, economizando tempo e dinheiro em terraplanagem. Além disso, apenas 15% do terreno foi impermeabilizado, permitindo a absorção da água da chuva. Foi feito o reaproveitamento de peças metálicas, a preservação das árvores do local e o reúso da água da chuva, captada em um sistema instalado no telhado.

A visitação estará aberta até o dia 19 de junho e as inscrições devem ser feitas antecipadamente através do site: http://projetocasacontainer.ad7comunicacao.com.br. As visitas serão monitoradas e a entrada é franca.