Parag Khanna defende a inovação das cidades, já que somente a partir de mudanças seria possível mudar a rotina de uma cidade. Parag propõe também que a solução de problemas urbanos deve ser feita em parcerias entre governos, inciativas privadas e população, já que nenhum dos setores poderia fazer as alterações isoladamente.

O papel da população seria, numa cidade inovadora, atuar para exigir do governo ações mais eficientes ou ainda organizar ações próprias, as ONGs.
Parag indica também a utilização da produção local de alimentação, mas principalmente quando é aliado à importação de alimentos. Essa ação evita momentos de crise e deixa o sistema mais sustentável.

Uma cidade grande como São Paulo, por exemplo, precisa ser inovada em etapas: separada por regiões ou bairros, por exemplo, mudando características aos poucos. Outra maneira é a modificação através de estratégias políticas, mudando alguma característica específica com uma amplitude maior.

Bacharel em Relações Internacionais pela School of Foreign Service da Universidade de Georgetown, mestre pelo Security Studies Program da mesma universidade e é doutorando em Relações Internacionais pela London School of Economics. Diretor da Global Governance Initiative e pesquisador sênior no American Strategy Program da New America Foundation. Autor do best-seller internacional “O Segundo Mundo: impérios e influência na nova ordem global”. Publicou o artigo “Beyond City Limits – The age of nations is over. The new urban era begins” na revista Foreign Policy. Foi listado como um dos 15 indivíduos na Smart List da revista Wired. Atuou como membro do grupo de consultoria de política externa da campanha à presidência de Barack Obama. Conheça seu site.

Acesse o site da Cici 2011: http://www.cidadesinovadoras.org.br/cici2011/