Saiba como escolher suas roupas de cama protegendo recursos naturais sem deixar de lado o conforto e a boa saúde.

Secando as roupas ao ar livre você aproveita as propriedades alvejantes, antibacterianas e de limpeza naturais do sol.

- Opte por lençóis feitos de fibras naturais derivadas de fontes ecológicas.

- Evite lençóis de algodão escuros. Cores mais vivas utilizam mais produtos químicos no tingimento.

- Comparado aos edredons, os cobertores de lã possuem algumas vantagens. São ótimos retentores de calor e, usando mais de um cobertor você pode ajustar a temperatura. Os edredons são pesados e costumam esquentar demais, gerando distúrbios no sono.

- Ao escolher um edredom ou travesseiro, verifique se o enchimento e o tecido são naturais (lã, algodão, penas) ao invés de materiais sintéticos.

- Use um forro de colchão de fibras naturais, como algodão ou lã. Além de ajudar a absorver o suor, evita ácaros e deixa o colchão mais confortável.

Saiba mais sobre os tecidos:
Algodão
O cultivo tradicional utiliza grande quantidade de água, pesticidas, fertilizantes e alvejantes, além de vários produtos químicos para absorver tinturas.
Confortável, permite a circulação do ar
Algodão orgânico
É produzido sem substâncias químicas e tinturas sem perder as qualidades do material.
Penas (pato ou ganso)
Geralmente são produtos secundários do abate das aves, mas são reguladoras eficientes de temperatura e umidade.
Reguladoras eficiente de temperatura e umidade
Cânhamo
A produção exige pouca água e pouco ou nenhum pesticida. Absorve tinturas com facilidade e sem aditivos químicos.
Resistente, permite circulação do ar, hipoalergênico e antibacteriano
Poliéster
É derivado de petróleo e sua produção gera resíduos tóxicos. Pode conter compostos orgânicos voláteis.
Não propicia circulação de ar

Pode conter resíduos de pesticidas, quando tingida e tratada pode conter produtos químicos.
Reguladora eficiente de temperatura e umidade, retardante de chamas natural