O financiamento coletivo está se tornando um novo canal de incentivo para a viabilização de projetos. O site ComeçAki está no ar há pouco tempo e propõe ajudar projetos nas áreas ambiental, social, esportes, empreendedorismo, cultura, pessoal, eventos e jornalismo.

ComeçAki também garante espaço para iniciativas da área ambiental.

“O site é um lugar que conecta pessoas que acreditam na coletividade, para viabilizar ideias, sonhos ou iniciativas que possam melhorar a sociedade onde vivemos”, explica Bruno Barros, sócio do ComeAki. Ele defende que o poder da disseminação, a velocidade e a gratuidade da Internet devem ser aproveitados para promover ações que possam melhorar a sociedade.

“O meio ambiente já faz parte da Internet onde temos as iniciativas coletivas, movimentos ecológicos e troca de ideias entre grandes institutos de pesquisa. Os green business são uma necessidade e se relacionam com a sustentabilidade ao redor disso”, afirma. Por enquanto, na área ambiental do site há somente o projeto “Plantas do nosso tempo”.

Ao inscrever um projeto é possível determinar o período que ele ficará exposto no site para arrecadar a verba necessária para torná-lo viável. Para incentivar as colaborações também há recompensas que variam de acordo com a quantia doada, mas não há um valor mínimo ou máximo para cada projeto. A vantagem do site é que não há nenhuma taxa ou cobrança de envio ou de aprovação pela equipe.

“Para aqueles que apoiarem uma iniciativa, significa a possibilidade de colaborar com algo com o qual realmente se identifiquem, que faça sentido, sabendo para que aquela verba será destinada, quem é e qual é o currículo do autor do projeto” diz Bruno. Tudo isso com a garantia de que o recurso só será utilizado se a meta inicial for alcançada, caso contrário o dinheiro é estornado a todos que contribuíram.

Além do site, a divulgação é feita através de redes sociais, como Twitter e Facebook.