Os resíduos do dia-a-dia podem ser reaproveitados de diversas formas, não somente na reciclagem de materiais inorgânicos mas também na reutilização dos compostos orgânicos. Uma atitude simples e eficiente que reduz em cerca de 30% da quantidade de dejetos que vão para o aterro sanitário é fazer uma composteira que ajudará a manter seu jardim adubado.

Grande parte dos materiais biodegradaveis pode ser utilizada para a produção de adubo e, quanto maior a variedade dos ingredientes, melhor será a qualidade do adubo. Podem ser usados cascas de ovos restos de frutas ou legumes, sobras de alimentos que foram cozidos, pão velho, café moído, fixos de jardim como folhas e grama, além de jornal picado e eoutros descartes.

Outros materiais levam muito tempo para se decompor e devem ser evitados ou possuem produtos químicos, como gosrduras e óleos, carnes, cascas de frutas cítricas, ossos, sal ou espigas de milho. É normal que a composteira possa atrair drosóflas, pequenas moscas, mas se há moscas-varejeiras ou vermes no seu composto é uma indicação de que foi utilizado o resíduo errado. Veja mais sobre compostagem na matéria “Reciclagem de lixo orgânico pode ser feita em casa” e na revista Atitude Sustentável número 4 disponível aqui.

Confira alguns modelos direferentes de composteiras:

“Fazenda parasita” (Parasite Farm)

A “Fazenda Parasita” dos designers Charlotte Dieckmann and Nils Ferber vai além da composteira, trazendo um ambiente integrado de compostagem para interiores. O sistema permite que você faça a compostagem, produza o húmus e o utilize em sua própria horta.

“Ilha de compostagem” (Compost Island)

A “Ilha de Compostagem” é dos designers Brett Smith e Erin Smith, colocando na cozinha o sistema de compostagem com um pequeno espaço para o cultivo de plantas. Com a vermicultura nos recipientes removívies, os resíduos são transformados em húmus que também pode ser empregado na pequena horta acoplada.

Vertuo

Vasos são utilizados na composteira “Vertuo”, dos designers Patrice Mouillé e Alain Tessier. Eles são de cerâmica para manter a umidade e cada vez que você adiciona novos resíduos no compartimento superior o processo de compostagem continua nos outros espaços. Também é possível coletar fertilizante líquido na parte de baixo do vaso.