Muitas partes não convencionais dos alimentos podem ser aproveitadas, sendo que o uso delas também faz parte e aumenta a qualidade de vida e saúde. Algumas partes julgadas como lixo possuem até 5 vezes mais nutrientes e fibras do que a polpa que estamos acostumados a consumir, como a da laranja. A casca da laranja chega a conter até 6 vezes mais fibras, 4 vezes mais fósforo e 40 vezes mais cálcio do que a polpa. Outros exemplos são a casca de melancia, que tem até 3 vezes mais potássio e a casca de mamão com 2 vezes mais proteínas.

Aline Rissatto, nutricionista e gastróloga, faz parte da ONG Banco de Alimentos, apresenta o programa “Receita de Família” da TV Brasil e dá algumas dicas para evitar desperdícios na cozinha:

1. Os talos de couve, agrião, beterraba, brócolis e salsa, entre outros, contém fibras e vitaminas e devem ser aproveitados em refogados, no feijão e na sopa, para o preparo de suflês ou como recheio de tortas.

2. Não jogue fora os talos do agrião, pois eles contêm muitas vitaminas, em especial a vitamina C, importante para combater infecções, como a gripe. Refogue com tempero e prepare um omelete com ovos batidos.

3. As folhas da cenoura são ricas em vitamina A e devem ser aproveitadas para fazer bolinhos, sopas ou picadinhos em saladas. O mesmo pode se dizer das folhas duras da salsa.
A água do cozimento das batatas acaba concentrando todas as vitaminas. Aproveite-a, juntando leite em pó e manteiga para fazer purê.

4. As cascas da batata, depois de bem higienizadas, podem ser fritas em óleo quente, ou assadas, e servidas como aperitivo.

5. A casca da laranja fresca pode ser usada em pratos doces à base de leite, como arroz doce e cremes ou cristalizada para servir com o café;

6. A parte branca da melancia pode ser usada para fazer doce, que se prepara como o doce de mamão verde;

7. Com as cascas das frutas (ex: goiaba, abacaxi, etc), pode-se preparar sucos batendo-as no liquidificador. Este suco pode ser aproveitado para substituir ingredientes líquidos no preparo de bolos.