No Zâmbia, a maior parte da população não tem emprego ou é alfabetizado. Para tentar mudar, pelo menos um pouco, esse quadro, uma empresa se instalou no país e emprega 40 zangoleses – a Zambikes International.

Um dos trabalhadores mostra as peças da bicicleta, feitas em bambu (foto: divulgação).

A Zambikes International produz bicicletas utilizando o bambu, um material que não exige grande tratamento ou processo de industrialização. Os trabalhadores, além do emprego e do salário, organizam o treinamento dos funcionários e também o transporte, com utilizaço das bicicletas.

As bicicletas podem também ser adquiridas na Loja Virtual da Zambikes (em inglês).

Já o projeto PeePoo pretende melhorar a saúde pública das 2.6 bilhões de pessoas que não tem acesso a banheiros. Andres Wilhelmson, da Suíça, inventou uma pequena sacola biodegradável chamada PeePoo, com bactérias que neutralizam a urina. Assim, as pessoas poderiam usar a embalagem para armazenar seus excrementos e descartá-los sem correr o risco de infectar outras pessoas. Além disso, a proposta é que o material seja recolhido e, depois do tratamento necessário, seja usado como adubo.

Porém, para provar que a proposta é viável, foi criada a PeePeople, uma organização para colocar o projeto em ação. O financiamento de $2 milhões foi dado por uma entidade holandesa, o que permitiu que os saquinhos fossem distribuídos em Nairobi, no Quênia. A ação, que será realizada até 2013, será acompanhada de uma campanha que ensina e incentiva o uso dos PeePoos.

As embalagens são então responsáveis por não permitir a disseminação de micro-organismos responsáveis pela diarreia, uma das principais causas de morte de crianças de menos de cinco anos de idade.

Peepoo e instruções de uso: embalagem pode diminuir a contaminação de diversas doenças (foto: divulgação).