Para quem acha que a alimentação natural para animais caseiros pode ser melhor mas não consegue encaixar a mudança na rotina, o PET Delícia pode ser a solução. Roberta e Jorgen, depois de morar na Europa e usarem a alimentação natural congelada para seus cães, se chocaram quando voltaram para o Brasil e descobriram que essa opção não existia no mercado aqui.

Os produtos estão disponíveis nos sabores carne, frango, cordeiro e em uma versão especial para filhotes (Imagem: PET Delícia).

“A tendência por esse tipo de alimentação é muito forte fora daqui, principalmente depois do Escândalo das Rações em 2007, nos EUA, em que muitos cachorros morreram com uma toxina usada nas rações que foi importada da China. Isso acabou incentivando a alimentação natural de cães”, comenta Roberta.

Por isso, em 2010, decidiram começar eles mesmos com uma pequena empresa de alimentação natural de animais, que hoje já pode ser encontrada em cinco estados diferentes (em cidades como Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis e Porto Alegre). Todos os cardápios disponíveis foram elaborados por veterinários nutricionistas pensando em dietas balanceadas.

O processo de produção da PET Delícia é feito com diversos cuidados para a saúde dos animais e também para cuidar da preservação do meio ambiente. A carne usada, por exemplo, é rastreada, garantindo que seja de qualidade e de regiões legalizadas, que não utilizam trabalho escravo ou criados em pastos provenientes de queimadas.

Já as embalagens utilizadas são de plástico fino e de fácil reciclagem. As embalagens descartáveis utilizadas na loja para degustação dos animais é de bagaço de cana, que pode ser colocado nas composteiras. Outra iniciativa é incentivar a venda dos alimentos em pequenas lojas de bairro para incentivar o comércio de bairros e pequenos locais.

Para Roberta, a alimentação saudável ajuda a deixar os cães mais saudáveis. “Nossos cachorros sempre comeram alimentação natural e não apresentam alergias”, explica Roberta. Ela comenta ainda que a lógica é a mesma que a usada em nossa alimentação: quanto mais um alimento é processado, mais ele vai perder em qualidade e sabor.

Ainda assim, Roberta diz que, como os brasileiros têm o costume da ração seca, o processo de mudança para alimentos naturais (tanto frescos como congelados) acaba sendo um pouco difícil para algumas pessoas. A adaptação deve ser feita com orientação adequada e cuidados para que o bichinho também se acostume.

Para mais informações, acesse o site do PET Delícia. Lá também é possível ver os locais em que o produto já está disponível para venda.

Cozinha do PET Delícia: produtos naturais preparados sem processamento de alimentos (Fotos: PET Delícia).