Showroom com o modelo da casa está aberto a visitações (Foto: Tecverde).

A sustentabilidade nas construções nem sempre precisa ser difícil ou mais cara que as construções convencionais. É a proposta da empresa curitibana Tecverde que, com uma tecnologia alemã, implantou um sistema de construção wood frame, que permite construções mais rápidas e mais sustentáveis.

Caio Bonatto, diretor da empresa, comenta que o modelo pode ter até as emissões de CO2 do processo de construção até 80% menores que uma construção convencional e diminuir a produção de resduos da obra em até 85%. Isso acontece principalmente pelas peças serem produzidas em uma fábrica especialmente para o projeto desenvolvido, fazendo com que tenham o tamanho ideal. Além disso, as casas oferecem resíduo térmico, diminuindo gastos com ar condicionado ou aquecedores.

Ainda assim, segundo Caio, o preço da obra é semelhante ou até menor que o preço de uma construção convencional.

A manutenção do modelo deve ser feito da mesma maneira do que as casas convencionais. Em casos de pequenas obras, o processo pode ser ainda mais fácil: “Quando um cano precisa ser substituído, basta recortar o pedaço da parede, fazer o necessário, e remontar o pedaço”, explica Caio.

Para os interessados, é possível simular uma construção no site da empresa.

Condomínio Evergreen

A Tecverde é parceira do condomínio Evergreen, no bairro Santa Felicidade, também em Curitiba. Além de construir a infra-estrutura do local, a Tecverde é indicada para a construção das casas.

Veja o vídeo abaixo para entender melhor o processo de construção da Tecverde:

Para mais informações sobre a Tecverde, clique aqui.