Depois de ser pressionada pelo Greenpeace e outros grupos de ecologistas, a Volkswagen divulgou que deve deixar a produção de carros 25% mais sustentável até 2018. Isso será alcançado principalmente reduzindo o impacto ambiental das fábricas, reduzindo o consumo de energia elétrica e água, diminuir a emissão de CO2 e tratar mais os resíduos liberados.

Outro plano já apresentado pela fábrica é a linha BlueMotion, que produz carros mais sustentáveis, principalmente na linha de produção. Esse plano é adaptado de acordo com cada país. No Brasil, por exemplo, é feito o Polo BlueMotion, que utiliza o poliéster de PET na confecção dos carpetes do assoalho e das caixas de roda, substitui a fibra de vidro por fibra de curauá, planta nativa da floresta Amazônica e pintura com tinta à base de água (na fábrica de São José dos Pinhais – Paraná). Além disso, o Polo BlueMotion apresenta uma redução de até 15% no consumo de combustível e na emissão de gases do efeito estufa.

Além disso, a Volkswagen disponibiliza na internet seus planos de mobilidade para 2028, momento em que acreditam que a maneira de viver e se transportar será diferente da que é hoje.