Nas semanas de moda do começo de ano (SPFW e Fashion Rio), vários estilistas se preocuparam em trazer alguma sustentabilidade para o trabalho que realizam. Confira abaixo as ideias de algumas marcas para trabalhar sem desperdícios:

TNG

A marca reciclou denim, fibra usada no jeans, para fazer novos tecidos. Outras peças da coleção utilizaram tecidos com fibra de PET. A marca apresentou a coleção do Fashion Rio.

Alexandre Herchcovitch

A imagem da esquerda é do desfile do Fashio Rio; a da direita é do SPFW.

O estilista apresentou duas coleções, uma em cada um dos eventos. No Fashion Rio, o estilista utilizou a lona Cargo da Eco Simple, que reutiliza sobras da indústria têxtil, reciclagem e tecendo as fibras novamente. Já no SPFW, o estilista usou tecido feito com fibra de PET, produzidos pela mesma empresa.

Mario Queiroz

Além de ser sustentável, o estilista propôs um resgate histórico, trazendo tecidos antigos, de outras coleções, que estavam em seu ateliê para as peças novas. A ação propõe uma nova combinação de materiais e texturas. A coleção foi apresentada no São Paulo Fashion Week.

Samuel Cirnansck

O estilista melhorou e utilizou uma técnica de trico que faz o material parecer uma pele de animal, evitando a utilização de peles de verdade e propondo uma fabricação manual e artesanal. A coleção foi apresentada no SPFW.