A construção civil mundial é responsável por 40% dos resíduos acumulados e por 40% do consumo de energia do mundo, um sexto do consumo de água fresca e um quarto de toda madeira colhida, segundo uma pesquisa da UNEP. Não é a toa que prédios sustentáveis já não estão mais sendo tratados como uma questão de modismo, mas estão saindo da posição de tendência e tornando-se uma necessidade, cada vez mais presente, nos próximos anos.

Conheça algumas vantagens dessas edificações sustentáveis:

1. Baixo custo: um estudo de 2003 da Força-Tarefa de Construção Sustentável da Califórnia mostra que um investimento inicial de um projeto verde de apenas 2% pode produzir uma economia de 10 vezes o investimento inicial, com base em um período de 20 anos de construção.

2. Mais produtividade: ocupantes de “prédios saudáveis” e confortáveis podem ser mais produtivos. Um estudo de Seattle (EUA) descobriu que a ausência e atraso de pessoal no trabalho ou de alunos nas escolas foi reduzido em 40%, em prédios sustentáveis. Empresas localizadas em escritórios verdes também têm uma vantagem em atrair e manter os bons empregados.

3. Maior valor de mercado: tanto prédios residenciais, quanto comerciais mantêm um alto valor de revenda, se incluir os componentes de design sustentável. O valor para compradores melhora quando são informados que os custos de manutenção serão menores em prédios verdes, do que nos convencionais.

4. Ocupantes saudáveis: prédios sustentáveis evitam problemas como a poluição do ar interior e doenças respiratórias, com sistemas de ventilação saudáveis e uso de materiais não-tóxicos na construção.

5. Melhora as vendas em pequena quantidade: uma pesquisa da Califórnia feita em determinadas lojas locais, constatou que as vendas foram 40% maior quando estavam iluminadas com claraboias, em vez de iluminação elétrica. Vendedores que podem usar a luz do dia em seus interiores também reduzem seus custos de energia, gerando mais lucro.

6. Divisão de infraestrutura: indiretamente, a demanda reduzida em energia elétrica, gás e serviços públicos de água nos prédios sustentáveis, significa que estas infraestruturas podem “fazer mais com menos”. Isso pode resultar em menores custos de serviços públicos municipais a longo prazo e pode evitar passar os custos de expansão para os clientes de serviços públicos.

 

 

 

 

 

 

 

7. Melhor qualidade de vida: os prédios sustentáveis podem proporcionar uma rotina bem menos estressante, uma arquitetura e design verde mais agradável de se ver, afastando um pouco as pessoas da tecnologia.