Em um relatório da ONU (Organização das Nações Unidas), divulgado no dia 30 de janeiro, um grupo de especialistas e políticos abordou a urgência de adotar novas maneiras de desenvolvimento para salvar o mundo de uma crise econômica grave e para garantir mais sustentabilidade em todos os países.

O relatório “Pessoas resilientes, planeta resiliente: um futuro que vale escolher” foi elaborado no Painel sobre Sustentabilidade Global, formado por 22 membros. O documento expõe 56 recomendações para implantar uma mudança de modelo econômico e pode ser usado como uma das ferramentas do trabalho para a Rio + 20.

As ações propostas sugerem que, até 2030, o mundo deveria dobrar sua produtividade e reduzir o consumo de recursos naturais.
O relatório leva em consideração a expectativa de crescimento populacional: em 2040, a Terra deverá abrigar cerca de 9 bilhões de habitantes. Em 2030, o mundo vai precisar de uma produção de alimentos pelo menos 50% maior que a de hoje, além de 45% a mais de energia e 30% a mais de água.

Ações e Recomendações

De acordo com o relatório, é importante que a população tenha como fazer escolhas mais sustentáveis. Para isso, é necessário erradicar a pobreza, promover os direitos humanos, avançar na igualdade de gêneros, melhorar a qualidade da educação, incentivar a produção de projetos sustentáveis, disponibilizar produtos mais sustentáveis para consumo, fazer a gestão sustentável dos recursos naturais e diminuir o risco de desastres naturais.

Em geral, as recomendações são que os governos ampliem suas ações, principalmente em educação e conscientização, além de fornecer possibilidades para que as pessoas optem por opções sustentáveis.