Uma nova regulamentação da Aneel vai possibilitar que os consumidores brasileiros produzam sua própria energia elétrica e recebam descontos na conta de energia proporcionais à produção individual. Assim, turbinas eólicas residenciais poderão apresentar um crescimento no mercado (segundo a Associação Mundial de Energia Eólica, a geração de energia elétrica por microturbinas eólicas deve até 10 vezes até 2020).

Luiz Cézar Pereira, sócio fundador da Enersud e um dos modelos de turbina (foto: divulgação).

Segundo Luiz Cézar Pereira, sócio fundador da Enersud, empresa de desenvolvimento de soluções em energia alternativa, “a nova regulamentação da Aneel sobre interligação de pequenos sistemas à rede, permitindo ‘vender’ energia deverá, como aconteceu em outros países, criar um grande estímulo à geração própria”.

Na própria Enersud, o preço de instalação de um sistema vária entre R$3.000 e R$38.000.

Para quem quiser construir um sistema de geração de energia residencial, Luiz César traça os seguintes passos:

1. Avaliar o consumo de energia;
2. Avaliar a condição solar e de vento do local (pode-se consultar o Atlas do Cresesb/CEPEL);
3. Definir o percentual da energia consumida que será substituída;
4. Consultar fornecedores de equipamentos.

Outra maneira de utilizar um sistema de geração de energia individual é em condomínios, para fornecer energia para a iluminação externa e outros usos nas áreas comuns.