Está pensando em fazer uma casa sustentável? Você já pensou em morar em um container? Depois de serem usados para o transporte seguro de cargas marítimas ou rodoviárias por cerca de oito anos, todo o material é descartado pelas empresas. A partir disso, que várias empresas no mundo começaram a pensar em novos usos para o material que, aos poucos, começou a ser usado em construções.

Modelo de casa da Planeta Container (fotos: divulgação). Clique para aumentar.

Aqui no Brasil, depois de atuar no setor de construção civil, Leonardo Cesar realizou um sonho: abrir a empresa Planeta Container, que além de usar os containers propriamente ditos, usa outras tecnologias sustentáveis, como placas de energia solar, sistema de coleta e armazenamento de água de chuva ou ainda telhado verde.

Sobre os tipos de construções que podem ser feitas nesse sistema, Thereza C. M. Oliveira comenta: “Temos tido pedidos de propostas em todos os segmentos: projetos de condomínios residenciais, lojas, hotéis, motéis e alojamentos. Atualmente, estamos envolvidos na construção de dois hostel’s (um na Zona Sul e outro em área verde próximo ao local onde será realizado o evento Rio + 20, no Rio de Janeiro)”.

Segundo Thereza, os benefícios desse formato são muitos, contando com a rapidez de uma construção assim (de 30 a 45 dias para uma casa com cerca de 60 m²). “Além do mais, há grande contribuição ao meio ambiente, uma vez que os containers seria descartados”, diz Thereza. Ainda, a obra é limpa, evitando resíduos normais de construções (uma casa de 80 m² construída normalmente gera cerca de 24 caçambas de lixo, enquanto as casas de container geram apenas 4 caçambas de material reciclado) e agride menos o solo (já que não precisa de fundação).

“A Planeta possui um diferencial na questão da aparência e do isolamento termo-acústico, combinado aso sistema de ventilação cruzada. Quem visita nossa casa vitirine percebe nitidamente essa diferença. Alguns visitantes chegam a perguntar: Nossa, tem certeza que aqui tem container?”, explica Thereza.

Um módulo de container de 30 m² custa em média R$ 19.000 (cerca de R$ 633 por m²), já considerando os tratamentos necessários para reutilizar o material para construção. A partir disso, o custo é alterado com as escolhas do cliente em relação à acabamento e outros itens sustentáveis. O material não exige nenhuma manutenção específica.