Segundo um comunicado oficial da China, feito no dia 13 de janeiro, uma densa camada de poluição cobre doze províncias do país. A camada de poluição foi trazida por ventos e pode ser uma das piores da última década. Segundo previsões meteorológicas, a nuvem de sujeira deve permanecer na região por mais dois dias.

Moradores da capital, Pequim, e da área norte do país foram aconselhados a permanecerem dentro de suas casas para evitar problemas de saúde provocados por resíduos, e quem precisar sair deve usar máscaras de proteção. Várias indústrias e obras foram fechadas para evitar contaminação dos funcionários.