A cidade de Fujisawa (leste do Japão) funcionou por cerca de 50 anos como o parque fabril da Panasonic, produzindo milhares de eletrodomésticos da marca. Atualmente,  está se transformando em uma cidade totalmente sustentável, erguida ao custo do equivalente a R$ 1,3 bi.

Neste vilarejo sustentável, todos os carros serão elétricos, as casas funcionarão à base de energia solar e haverá até incentivo financeiro para que os moradores vivam de forma sustentável.

Até 2018, mil famílias deverão povoar o vilarejo sustentável que é batizado de Fujisawa Sustainable Smart Town.

O projeto é parcialmente financiado pela Panasonic, que além de ter cedido os terrenos, responderá por 50% do investimento total. A empresa conta com a parceria de outras oito empresas: sete japonesas e uma norte-americana.

O valor das habitações sustentáveis ainda não foi revelado, mas uma casa “panahome” (modelo sustentável pré-fabricado da Panasonic) é vendida por cerca de R$ 1 milhão no Japão. A diferença é que agora não serão apenas as casas que funcionarão de forma inteligente e ecológica, mas uma cidade inteira. (via Mundo-Nipo)