Foi entregue o LC Corporate Green Tower, primeiro edifício comercial sustentável do Norte e Nordeste. O engenheiro Luciano Cavalcante Filho, presidente da Luciano Cavalcante Imóveis, afirma que a adoção de práticas preocupadas com o meio ambiente desde a idealização do projeto é uma tendência mundial. “O custo da obra é 10% superior ao de uma construção convencional. Mas essa diferença você tira em cinco anos, devido às economias do condomínio. A taxa fica cerca de 30% mais econômica”, estima.

O edifício possui pré-certificação LEED (em inglês, Leadership in Energy and Environmental Design), norma desenvolvida pela ONG americana Green Building Council. Significa que durante o processo construtivo, antes mesmo do início das obras, o projeto atendeu a requisitos exigidos para obter a certificação de construção sustentável.

Após 10 meses em funcionamento, uma comissão fará uma nova vistoria e tem-se a certificação propriamente dita, explica o arquiteto da incorporada do LC Corporate Green Tower, Leonardo Cavalcante.

“Ser sustentável é você conseguir aliar o econômico, social e ambiental. Ter um empreendimento ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável”, avalia Leonardo.

Características
Entre as características do prédio, destaque para a utilização de vidros duplos nas esquadrias. “Permite uma ótima luz natural, barra o calor, ou seja, tem uma ótima eficiência energética, além de ser acusticamente muito bom. Também usamos luz de LED, econômica e não esquenta o ambiente”, garante Leonardo.

Segundo o arquiteto, um dos principais pontos inovadores do edifício é o ar condicionado VRF. “Existem algumas máquinas no topo de edifício que captam esse ar externo, filtram, tiram a umidade, condensam e jogam num duto. Esse duto vai se ramificar para todas as salas do edifício. Ele consegue fazer a renovação e filtragem de ar dentro do ambiente”.

Há também área dedicada para o armazenamento de resíduos recicláveis, utilização de madeira certificada, reuso de água, entre outras práticas. “No empreendimento, eu consigo atingir desde o grande investimento, como o elevador de última geração, até simples práticas construtivas durante a obra. Isso vai criando uma filosofia construtiva”, afirma Marcelo Cavalcante, proprietário da Caltech Engenharia.

Entre os clientes confirmados no empreendimento estão a agência de publicidade da empresa, Verve – primeira compradora -, Vilmar Ferreira (Aço Cearense), Maia Júnior (RM), senador Eunício Oliveira e vice-prefeito Gaudêncio Lucena (Corpvs) Segurança), Luís Roberto Barcelos (Agrícola Famosa), João Mendonça (Pizza Hut), Célio Fernando Melo (BFA Consultoria), dentre outros.

Os espaços das salas vão de 27,24 a 747,95 m². O edifício traz também heliponto, bicicletário, salões de convenções e salas de reuniões pay per use, academia, sauna, piscina, lojas, restaurante, bancos e estacionamento com 613 vagas. (via OPovo)