A reforma deste lavabo foi toda inspirada na água. Melhor ainda, na economia de água. Veja a seguir como pequenas mudanças tornaram este banheiro mais sustentável:

ATITUDEBWCLAVABO 001

1. Por ser o banheiro mais usado no dia a dia, a opção de trocar a torneira comum pela torneira economizadora da DECA teve como principal função diminuir o desperdício de água. Seu acionamento é automático e temporizado, liberando apenas a quantidade necessária para cada uso. Esta mudança garantiu a economia de até 70% de água no banheiro.A torneira economizadora  da DECA teve como principal função diminuir o desperdício de água

2. Outra mudança eficiente foi a troca do sistema de descarga onde foi instalado o acabamento salvágua da DOCOL que permite acionamento parcial, ideal para limpeza de líquidos, pois utiliza a metade do volume de água.Sistema DOCOL  salvágua.

3. A reforma não gerou entulhos devido a uma pequena decisão, misturar estas duas marcas: DECA e DOCOL. Por ser um banheiro de 20 anos para instalação dos novos metais, estas duas marcas permitiram a adaptação nos pontos existentes e o perfeito funcionamento sem quebradeiras.

4. Para trazer a cor azul  renovando o visual e também para proteção da parede na área molhada, foi aplicada uma faixa de pastilha de reaproveitamento de um antigo mostruário.

5. O móvel de apoio em bambu foi comprado em um brechó de móveis usados e acomodou uma caixa de utilidades feita pela mosaicista Sandra Lorenzzoni com a sobra das pastilhas. Ainda sobre o móvel o Quadro Vegetal da Wall Flower acrescenta vida e oxigena o lavabo.Sobre o móvel em bambu, quadro verde da Wall Flower

6. Para criar o momento lúdico do banheiro onde a água seria sempre lembrada como atriz principal, o projeto insere nas paredes a letra da música TERRA PLANETA ÁGUA do compositor Guilherme Arantes. As peças em cerâmica foram encomendadas especialmente e confeccionadas artesanalmente pela artista plástica e ceramista Marta Berger.MARTACLAVABO 022Montagem da sequencia da letra da música de guilherme Arantes, Terra Planeta Água.

História do Zé relatada pela arquiteta: O Zé que foi a mão de obra que executou a reforma toda, implicou com a letra da música a ser inserida na parede.  Fala do Zé:” Imagina escrever na parede uma letra de música!” E acrescentou: “Nunca vi uma coisa destas. Isto é para estar na rádio ou nos livros e não na parede do banheiro.”  Depois de muita pressão e jogo de braço,  acabei ouvindo do Zé a seguinte frase: “Me diga, como vou colar isto na parede se não sei ler? “E então entendi tudo. E aí outra ideia sustentável. Encaminhar o Zé para participar de um grupo de alfabetização para adultos.

Banheiro pronto, economia de água e o Zé em sala de aula.  Missão cumprida.

 

Foto destacada: Atitudes Sustentáveis.