Embalagens de defensivos agrícolas. Foto: ABRAS - Associação Brasileira de Supermercados

Embalagens de defensivos agrícolas. Foto: ABRAS – Associação Brasileira de Supermercados

No primeiro semestre do ano, o Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos) destinou de forma ambientalmente correta 3.209 toneladas de embalagens de defensivos agrícolas pós-consumo no Paraná. Comparada ao mesmo período de 2014, a logística do material alcançou um crescimento de 16% no estado. A análise, realizada pelo inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), mostra que no período foram destinadas 24.690 toneladas do material em todo o país.

Desde o início das operações do Sistema Campo Limpo, em 2002, até o momento já foram destinadas mais de 330 mil toneladas do material. A iniciativa gera resultados positivos para o meio ambiente e sociedade. Ela permitiu, por exemplo, que 447 mil toneladas de CO2 deixassem de ser emitidas – volume corresponde a um milhão de barris de petróleo que deixaram de ser extraídos.

Para compartilhar com a sociedade esses resultados e benefícios gerados pelo sistema, no dia 18 de agosto é comemorado o Dia Nacional do Campo Limpo. Em 2015, a celebração reunirá milhares de pessoas em todo o país.

Comparativo de embalagens destinadas – Jan. a Jun. de 2014 x 2015

Estado

2014

2015

%

Paraná

2.762

3.209

16

Brasil

22.757

24.690

8,5