Horta_150706_REFONA Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) destinará cerca de R$ 8 milhões a agricultores familiares do Paraná. Os recursos foram garantidos após assinatura de 15 projetos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), nesta sexta-feira (24), durante a Jornada de Agroecologia, realizada no município paranaense de Irati.

Com os recursos, 1.113 agricultores familiares produzirão mais de 4 mil toneladas de alimentos, que serão destinados a 397,6 mil consumidores, índice 134% superior ao do ano passado. O crescimento no número de beneficiários é reflexo de um maior investimento do PAA no Paraná neste ano – aproximadamente R$ 3 milhões acima de 2014, beneficiando 34% a mais de produtores.

Além dos projetos do PAA, as organizações da agricultura familiar paranaenses poderão participar de uma chamada pública para aquisição de macarrão e fubá de milho. Serão adquiridas 13,8 toneladas de cada produto. O edital com as regras da Chamada e o local de entrega dos produtos será divulgado no dia 03 de agosto. Os produtos adquiridos serão utilizados como suplementação alimentar de grupos populacionais específicos determinados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

A chamada pública é mais uma modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos, realizada pela Conab em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Sementes – Durante a Jornada de Agroecologia, a Conab  também deu início à entrega de 50 toneladas de sementes de milho crioulo para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O grão foi adquirido de pequenos produtores da Cooperativa de Empreendedores Rurais de Domingos Martins (Coopran), por meio da modalidade Aquisição de Sementes do PAA. Para esta aquisição foram destinados R$ 195 mil.

As sementes adquiridas serão doadas a famílias que tenham Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP Física) e estarão descritas no Plano de Distribuição. Terão prioridade aquelas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), mulheres, assentados, povos indígenas, quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais, e beneficiários do Plano Brasil sem Miséria e da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo). A distribuição do produto é de responsabilidade do Incra.