Ainda descansando? Mesmo que você não esteja na sua cidade, na praia ou campo, curtindo a família e amigos, as atitudes sustentáveis devem acompanhar seu destino, seja lá onde estiver. Não é porque não é sua cidade que você não deva ter os mesmos cuidados, não é? Lembre-se: o planeta continua sendo o mesmo onde quer que você esteja!!…

Com as férias costumamos comer em restaurantes e bares e nem sempre podemos escolher bem os lugares para fazer uma gostosa refeição. Mas quem puder escolher, prefira consumir produtos locais e da estação pois eles não precisam ser transportados a longa distância para chegar até você e, por isso, a emissão de carbono e de poluição é mínima.

Lembra do cardápio 0 km adotado por vários restaurantes onde eles servem apenas pratos feitos com ingredientes provenientes de produtores da vizinhança? Esses restaurantes, mais comuns na Europa, preferem comprar os peixes, legumes, carnes, frutas, dos produtores locais. Isso é feito para não ficarem gastando combustível a procura de todos esses produtos. Além disso eles valorizam o produtor da redondeza (raio de 150 km), conseguem melhores preços, produtos fresquinhos e fidelidade do fornecedor.

Você já deve ter assitido a programas de televisão de gastronomia, onde chefes de cozinha, pegam sua lambreta e vão comprar os produtos para fazer no almoço. Os chefes mostram que compram os ingredientes de produtores que eles sabem o nome, pegam os produtos fresquinhos e ainda levam embalados em sacolas de papelão! E por que nós não temos este costume? Em cidades do interior esta prática também não é comum. As pessoas ainda estão habituadas a pegar o carro para ir a qualquer lugar, mesmo que sejam caminhos curtos, para mostrar o carro? Por que dá status?

Se você estiver no campo ou praia talvez não exista uma placa no restaurante ou bar, dizendo que “este estabelecimento tem práticas sustentáveis, como na Itália, mas você pode tentar comprar as frutas, os legumes e outros alimentos para o lanche de casa de algum produtor rural, que more na cidade, onde você estiver…

Ah, e ao fazer compras, leve sua própria sacola, de pano, aquelas grandes que você leva para a praia também servem, Fazendo isso você deixará de valorizar a existência das sacolinhas plásticas, que entopem cada vez mais os bueiros e favorecem o alagamento nas cidades.