Com os preços dos alimentos subindo a cada dia nos supermercados, surgiu na Inglaterra, uma ideia que pode dar muito certo: o People’s Supermarket. Esta “Supermercado do Povo” é uma cooperativa sem fins lucrativos com o objetivo de oferecer produtos locais, alta qualidade e preços acessíveis a todos. Além disso eles podem administrar melhor a quantidade de lixo produzido, eliminar os intermediários e reduzir os custos, a partir do envolvimento dos membros da comunidade. É fácil se tornar um a associado que tem direitos e deveres. Por US$ 40 (R$ 66) você passa a ter direito a opinar na administração da loja e a obrigação de trabalhar pelo menos quatro horas lá dentro. Tudo é decidido pelo voto, assim como os tipos de produtos vendidos. Para que este tipo de loja funcione bem, é bom que os associados sejam da mesma comunidade e que estejam empenhados no mesmo objetivo.

Segundo o analista de varejo Malcolm Pinkerton este modelo pode competir, no futuro, com as grandes redes de supermercados pois o consumidor está mudando, ficando mais consciente, esbanjando menos, e prefere alimentos de fontes sustentáveis.