O livro Lições de um Empresário Radical, de Ray C. Anderson, mostra um case de sucesso de uma empresa que conseguiu se desenvolver e dobrar o faturamento sem prejudicar o meio ambiente.

O autor é fundador e CEO da empresa de carpetes Interfaces. Anderson adotou na empresa o princípio que o desenvolvimento e o faturamento nunca podem estar separados da sustentabilidade. E uma das maneiras de se realizar isso foi fazer com que os funcionários também acreditassem na sustentabilidade e se comprometessem com a causa. O empresário acredita também que todos os negócios do futuro serão feitos assim.

Desenho mostra como o autor pensa o caminho das empresas para a Sustentabilidade.

Durante 15 anos, várias alterações na empresa garantiram índices sustentáveis hoje. Entre eles, a emissão de gases estufa foi reduzida em 94%, o consumo de combusível fóssil foi reduzido em 60%, o desperdício de materiais em 80%, assim como a utilização de água. As vendas ainda aumentaram em 66%. Todas as mudanças foram feitas por um processo lento, em que a sustentabilidade era vista como uma montanha, que deve ser escalada com cuidado e técnica. O pico é a “Pegada 0”, o momento em que se consegue fazer a administração plena da empresa sustentável.

No livro, o autor fala sobre o processo que utilizou para que sua empresa fosse cada vez mais sustentável. O primeiro passo é diminuir ao máximo (completamente, se possível) os desperdícios da empresa, seja em qualquer setor. Além dessa ação ajudar o meio ambiente, também diminuí muito os gastos de produção. O próximo passo é buscar fontes de energia e matérias primas mais sustentáveis e limpas. Essa etapa pode até exigir um investimento alto, mas que tem retorno garantido.

Anderson também mostra como lidar com o capital humano, e como a motivação de equipes de trabalho deve ser feita. Para ele, é muito importante que as pessoas estejam envolvidas no processo intensamente.

Por fim, o autor diz que para qualquer empresa de sucesso, principalmente se for na área de sustentabilidade, é necessário não ter medo e arrogância. A vontade de tentar inovar e de ir contra o que é feito pode resultar na essência da empresa e fazer com que ela tenha um diferencial no mercado.

O livro foi publicado em 2011 pela Editora Cultrix e foi impresso em papel reciclado.