Professores, instrumento para o desenvolvimento

Por Blog do Práticas às 12h32 de 14/10/2013

 “Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” As palavras da poetisa brasileira Cora Coralina revelam sutilmente uma das alegrias da educação: transmitir o conhecimento ao outro e fazer desse caminho uma preciosa e rica experiência. Mas, para que esse processo educacional torne-se ainda mais pleno, é preciso que a gente valorize personagens essenciais dessa história: os professores.

Essa é uma causa de todos que acreditam que é possível construir uma sociedade mais justa e sustentável por meio da educação. Por isso, esse é um dos principais focos do Santander em sustentabilidade.

No Programa Educação Infantil, criado em 2011 em parceria com o MEC, trabalhamos para aprimorar a qualidade da educação oferecida a crianças de 0 a 5 anos. Oferecemos capacitação para profissionais que atuam em unidades de creche e pré-escola construídas com recursos do PROINFÂNCIA. Já são 125 unidades atendidas, mais de 13 mil crianças beneficiadas e mais de mil profissionais participaram do projeto. E, neste ano, criamos o Programa Saber, por meio do qual investimos na atualização dos educadores que atuam nos anos finais do Ensino Fundamental.

Já no ensino superior, temos o Santander Universidades, um reconhecido programa de apoio a alunos, professores e pesquisadores presente em 20 países. Até hoje, os investimentos em bolsas de estudo, premiações e parcerias somam R$ 2,8 bilhões no mundo todo.

Uma das iniciativas que integram o Santander Universidades é o Santander Práticas de Educação para Sustentabilidade, um concurso que convida docentes a inserir a sustentabilidade em sala de aula, incluindo o tema em disciplinas obrigatórias da graduação. A partir de novembro, vamos abrir as inscrições para a segunda edição. Se você é professor, fique atento e aproveite para conhecer o trabalho dos vendedores da última edição ! Se não é, mas conhece algum, espalhe a novidade.

Feliz Dia dos Professores!

 

Amalia Sangüeza Pardo

Gerente de Desenvolvimento Sustentável

Formação continuada de professores

Por Blog do Práticas às 10h16 de 08/07/2011
Gostaria de compartilhar com vocês a mais recente iniciativa do Projeto Escola Brasil (PEB), criada para estimular a formação continuada de educadores, que é uma das formas pelas quais buscamos contribuir para a melhoria da qualidade da escola pública brasileira.

Desde 2006, o PEB oferece programas de formação continuada para professores e gestores de suas quase 180 escolas parceiras em todo o país. Até 2010, cerca de mil profissionais participaram de cursos de artes, leitura, Educação Física Escolar, Coordenação Pedagógica do processo de alfabetização e de promoção da igualdade racial na escola. A maior parte destas formações foi realizada de maneira semipresencial, com uso intensivo de ambiente virtual de aprendizagem, o que favoreceu, além da atualização e fortalecimento didático pedagógico, a inclusão digital qualificada dos educadores participantes.

Agora em 2011, o PEB passou a oferecer programas formativos para os técnicos das Secretarias de Educação, que são os responsáveis pela formação continuada dos Coordenadores Pedagógicos das escolas que compõem cada rede de ensino. Esses Coordenadores, por sua vez, respondem pela formação dos professores, colaborando decisivamente para que enfrentem os desafios do processo de ensino – aprendizagem na sala de aula. Esta estratégia possibilita a implantação ou o fortalecimento da cadeia formativa nos municípios, empoderando os atores educacionais locais.

Os programas desta natureza oferecidos pelo Projeto Escola Brasil são o Além das Letras e Além dos Números, executados em parceria pelos Institutos Avisa Lá e Razão Social. Ambos de grande expressão e reputação nos meios educacionais brasileiros, contam com o apoio da IBM, por meio da cessão de servidores e licenças de uso de softwares.

O Além das Letras parte da certeza de que é possível alfabetizar os alunos da rede pública de ensino para que, ao completarem o Ensino Fundamental, além de saber ler e escrever, sejam capazes de entender e atribuir novos significados ao que lêem e consigam se comunicar de forma eficiente por meio da escrita.

O Além dos Números, por sua vez, tem o propósito de incentivar mudanças positivas nos indicadores de rendimento escolar em Matemática, apoiando o sucesso escolar dos alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

Os programas têm duração de dois anos e estão sendo executados em 15 redes municipais de ensino onde o PEB está presente: Manaus, Natal, Jaboatão dos Guararapes/PE, Teresina, Jataí/GO, Cuiabá, Itaguaí e Itaboraí/RJ, Ribeirão Preto, Assis, São Vicente/SP, Toledo/PR, Camaquã e Novo Hamburgo/RS.

Os números exibidos por essa edição do Além das Letras e Além dos Números são expressivos: 447 escolas envolvidas, sendo 19 parceiras do PEB; 52 técnicos das Secretarias de Educação, 507 Coordenadores Pedagógicos e 5.675 professores em formação, cujos resultados impactam em 138.699 alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Desta forma, o Projeto Escola Brasil permanece contribuindo com as escolas parceiras, mas ampliando significativamente o número de profissionais de ensino e de alunos beneficiados com seu investimento em programas de formação continuada. A par disso, ainda fortalece o vínculo com os gestores públicos nas localidades onde o Santander está presente, concretizando a crença no JUNTOS.

Mara Christofani
Coordenadora do Projeto Escola Brasil

A Escola é de Todos nós

Por Blog do Práticas às 14h48 de 23/02/2011

O Projeto Escola Brasil (PEB) é o programa de voluntariado corporativo do Grupo Santander. Por iniciativa dos próprios funcionários, o projeto foi criado em 1998 para ajudar na questão da evasão de alunos nas escolas da rede pública. Mas ao longo do tempo, a iniciativa cresceu, e em 2006 passou a buscar um objetivo ainda maior: melhorar a qualidade da educação oferecida pela escola pública de nível básico.

As atividades desenvolvidas pelos grupos de voluntários – podem participar funcionários e seus familiares, clientes e fornecedores do Santander – envolvem toda a comunidade escolar para que, juntos, identifiquem os pontos fortes e fracos da instituição, definam as prioridades de ação e como executá-las. Assim, investimos no principal ativo da escola, que são as pessoas, e no modelo colaborativo de trabalho, promovendo participação social e consequentemente o exercício da cidadania.

Crianças em escola participante do PEB
Foto: Pisco del Gaiso.

Além do voluntariado, o PEB conta com programas de educação continuada a distância (via internet) para professores e gestores escolares, que formaram cerca de 300 educadores em 2010. Isso favorece não só a formação desses professores, como a inclusão digital de grande parte deles.

Com a maturidade do projeto, foi possível estruturar alguns programas para aplicação no dia a dia das escolas, em conjunto com representantes da comunidade, todos pautados em temáticas que fazem parte da proposta do Plano Nacional de Educação 2011-2020 do MEC, que tramita no Congresso Nacional. Entre eles estão o Escola Ecoeficiente (para a preservação do meio ambiente); Educação Financeira e Gincana Empreendedora (de incentivo ao empreendedorismo); Escola de Todos (para a promoção da diversidade); Educação Corporal (melhorias nas práticas esportivas); Biblioteca Ativa e Educação Digital (estímulos de acesso à cultura).

Com dois mil voluntários atuando em 190 escolas em todo país e cerca de mil professores e gestores escolares usando as redes de educação continuada, as ações do PEB têm um reflexo direto na sala de aula. No ano passado, comemoramos o fato de que várias escolas atribuíram ao projeto a melhora na sua qualidade de ensino medido pelos índices oficiais do MEC.

Hoje, o nosso maior desafio é tornar o Projeto Escola Brasil o melhor programa de voluntariado coorporativo do mercado, articulando as Secretarias de Educação. Afinal, a busca pelo desenvolvimento sustentável passa inevitavelmente pela melhoria da qualidade da educação e a valorização da cidadania. E o PEB é uma plataforma para que nós, do Santander, possamos fazer parte da construção desse novo Brasil.

Veja o impacto positivo promovido pelo PEB na Escola Estadual Prof. Rômulo Pero, localizada no bairro do Chora Menino, na periferia da cidade de São Paulo.

Andréa Regina
Gerente Executiva de Responsabilidade Social

Blog do Práticas

Blog do Práticas
@equipesantander
O blog do Práticas é um conteúdo do Espaço de Práticas em Sustentabilidade, uma iniciativa que visa compartilhar o aprendizado em sustentabilidade do Santander com a sociedade por meio de conteúdos como o Blog do Práticas, Cursos Online, Videochats, Banco de Práticas e a TV do Práticas. Os post do blog são escritos por funcionários e parceiros de diversas áreas do Santander e visam promover a troca de ideias e informações sobre o tema com a sociedade.
  • Categorias