Poltrona Gafanhoto, 1940. John Grass

Que tal reconhecer um dos principais nomes no mobiliário e arte moderna brasileira?

JOHN GRAZ. Museu Oscar Niemeyer, dia 07 de dez, às 18:00hrs – Palestra com o historiador Sérgio Pizoli e o colecionador Sérgio Campos, além de uma mesa de comentadores locais, entre eles, Graça Rodrigues, Salvador Gnoato, Fábio Fontoura e eu mesma.

Fico aqui pensando o que fez este suíço sensível, desenvolver o carinho por nosso país e escolhê-lo para sua moradia e influência…

Banco e espelho

Arquiteto, designer, pintor e escultor, nesta exposição teremos contato com seus estudos, cadernos de viagem e esboços, por meio do desenhos modernistas do artista. Cenas da arquitetura brasileira, viagens, festas e paisagens, flora e fauna,  o homem e o trabalho. O Brasil de John Graz traz uma diversidade de técnicas e temas relacionados à visão modernista de um país tropical.

Mesa e cadeira

O uso das linhas na construção de cadeiras, poltronas e chaise com leveza e movimento mostram domínio do material, trazendo a seus móveis características tais apenas possíveis pela seleção e qualidade de nossas madeiras, sem dúvida, amadas por ele e expressadas através de seus desenhos. Busquei aqui em alguns sckechtes, demonstrar isto_ de primeira mão! (Gentilmente cedidos por Sérgio Pizoli)

Desenho de cadeira - John Graz - leveza e curvas suaves, com um modo racional de usar a madeira

Descando _ Guache sobre papel_ 1927

Sobre John Graz

Suíço radicado no Brasil desde 1920 traz para o cenário das artes brasileiras as influências renovadoras dos movimentos europeus do século XX. Após sua formação artística na Escola de Belas Artes de Genebra, onde cursou Arquitetura, Decoração e Desenho, viaja para Espanha. Suas obras lá produzidas impressionam Oswald de Andrade que o convida a participar da Semana de Arte Moderna 1922, ao lado de nomes como Anitta Malfatti, Di Cavalcanti e Vicente do Rego Monteiro. É um dos fundadores da Sociedade Pró Arte Moderna (SPAM) e participa do Clube dos Artistas Modernos (CAM). Em 1925, inicia suas atividades como arquiteto e designer de interiores, dedicando-se por quase quarenta anos a este segmento profissional.

Serviço

JOhn Graz no MON. Curadoria de Consuelo Cornelsen, co-curadoria de Sérgio Pizoli e Sérgio Campos.

Quando: De 9 de novembro a 3 de abril de 2011.
Onde: MON – Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico, Curitiba)
Horário de atendimento: De terça-feira a domingo das 10h às 18h.
Ingressos: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (estudantes identificados). Compra de ingresso até 17h30.
Informações ao público: (41) 3350-4400

SOBRE A EXPOSIÇÃO JOHN GRAZ – Mostra que apresenta 180 obras do artista plástico John Graz no Museu Oscar Niemeyer em Curitiba. Suíço radicado no Brasil desde 1920, Graz absorveu muito bem a cultura brasileira. Prova disso é sua pintura inspirada na natureza e costumes brasileiros. Além disso, contribuiu para o design e arquitetura moderna no Brasil, sendo um dos pioneiros nesta área.